Súbita é de repente e em transformação.

Uma produtora criada pelas cineastas Mari Moraga e Luciana Baseggio, tendo como seu principal objetivo trazer mais mulheres para o processo criativo, através de equipes majoritariamente femininas.

Seu projeto de estreia foi o videoclipe Amargurado, lançado com exclusividade pela revista Rolling Stone. Foi produtora do videoarte Mineiras, que fez parte da exibição Cidades e Outras Passagens, em cartaz na Casa Fiat de Cultura em Belo Horizonte, além de ser exibido em festivais de cinema.

Produziu cinco curtas de ficção no mestrado europeu Viewfinder MA, com destaque para Body Untitled, exibido no festival canadense Female Eye Film Festival e I See You, vencedor do prêmio de Melhor Direção de Fotografia no Dublin Independent Film Festival em 2020.

O primeiro projeto de longa-metragem da Súbita, Geografia Afetiva, está em pós-produção, recebeu o prêmio Doc Brasil Meeting durante o encontro de coprodução Brasil Cinemundi 2018, foi selecionado para o PitchLab The New York Times Op-Docs e para as rodadas de negócios do DocSP (2018), DocMontevideo 2019 e Thessaloniki Film Festival Agora Doc Market, Grécia (2020).

Sua mais recente produção, o curta-metragem Lora, recebeu os prêmios do Juri Popular e aquisição TV Cultura no Festival Kinoforum, além de ser exibido em importantes festivais internacionais como o É Tudo Verdade e Black Nights Film Festival.